O que vem-i à rêdi éi pêxi ... E mai nada .

Homenageados


Estrelas e Meteoritos

Tudo me aparece na rede

O gajo é louco

.
.

Pescar com rádio

Clicka no play e espera , isto trabalha a carvão .

.
.

Na rede MP3Tube

.
Tijolaev-band  Несчастный Случай - Прощай, не горюй
 Desconocidos - Hotel California!
 RP - ASAE

Peixe fresco

Finalmente um tempinho li...

Vodafone Beat Box

A mánica ingricola , do f...

Vasculhando no saco das m...

Smog (smoke+fog)

Bobcat mini excavators (f...

Na bigorna em avaliação. ...

Na bigorna em avaliação. ...

Trinta anos de:"DIE ROBOT...

O (En)Tornado de Alcanena...

Comunicado da VAI (TE)

RIKA E KIDA em :

À distância de ANOS LUZ ....

Acontecimentos do dia e o...

Ganhar dinheiro a clickar...

Ana bola

Na memória , TERMINAL 2 ....

Tay Zonday , um cromo mui...

Maldita heroína .

Sopa de Charroco " Au Sa...

As mutações do sistema ed...

Começaram hoje , equipa d...

Noivos em fuga , por caus...

UM PAÍS DE ANEDOTAS ...

Prime Joseph Monkey e a r...

Novo mapa judiciário .

Sporting Club de Portugal...

Um pesadelo chamado " Tok...

Paciência de chinês .

Entrevista com o professo...

O Doggy Narsa de castigo ...

O patrão Anúplio e a inva...

Microsoft , Virtual Earth...

Poluir , na lista dos nov...

Energia alternativa .

Última hora : Camacho bat...

Até o rádio fica marado ....

Os perigos da internet .

Parooouuu ... paaaarrooou...

Ele há ensaios e ensaios ...

Congelados

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

ZONA DE PESCA

.
ONDE PESCO
.

 

 

 

-a-
A Dolorosa Verdade
A Ordem
À sombra do chaparro
Ana Scorpio
A Papoila
Agrobio
A Sonhadora

A ternura dos 40

Alice
Alvitrando
AlfaBeta
Alahora
Amor Liberdade Solidão
Alto e pára o baile
Amnistia Internaciona
Alexandra Kindl
Avenida Central
Apaixonaida ( Peter Pan )
A Taberna dos Inconformados
A nossa casinha
-b- 
Brisa do Mar
Blog dos marretas
Bolota Voadora
Blogoperatório
Bluerussian
 
-c-
Capitão-Mor
Carbono Zero
Canto dos Sonhos
Carminda Pinho 
Casa de Maio
 Cem Sentidos
Cigana
Circulo de poesia
 Claudia Perotti
Club 560 Adamastor
Collybry
Coura Magazine Foto
Crônicas de Luanda II
-d-
D.Maria&Coelhinho
Daniella
Dadores de medula óssea
Débora
Doces Poemas
-e-
Editorial (martelo)
Emigrante Club SA
Encontros na Cidade
EPÁ CUM CATANO
Eu estou aki
Extensa Madrugada , Mãos Vazias
Estados Gerais
-f-
Fa Menor 
Fapas
FILHOS DE UM DEUS MENOR
-g- 
Gaivota da Ria
Gato fodorento
GEOTA
 Gená Franco
Gira Mundo ...
-h-
Horta da Mila
-i-
Igrejinha
Impactos
Industrias Culturais
Irneh 
Isabel José António
-j-
Jardineira Aprendiz
 J.Melo
-k- 
Kalinka
-l-
Leonor C.
Lorena
Leticia Gabian
Luar Perdido
Luis Reflexos da Alma
Louco mundo
Liga para a protecção da natureza
Loucuras
Lua
Lumife
-m-
 
Mais um blog
Maluqueiras do Pexe
Marlene
Matilde & Cª
Mau feitio
Meu cantinho Escondido
Menina do Rio 
Migas Entre Gostos
MONSARAZ
Maria Valadas
Maria Almas Poéticas
MulherAzul
Maria Clarinda
Maria da Ilha
Miosotis
-n- 
 
Não ao nuclear
-o-
 
O Alquimista
O Escondidinho
Ó minha vizinha
O Moyle
O Desambientado
O cantinho da Anokas
O meu cantinho
Observatório Astro. de Lisboa
Os meus Retalhos
O Restaurador da Independência
Outono Austral
-p- 
Palácio do Marquês
Palavra entre palavras
Praça da Republica em Beja
Palavras ao vento
Phiwuipa
Palavras ousadas
Penísula Encantada
Pequenos Nadas
Patagonia
-q- 
Quercus
-r-
Rascunhos da vida
Reflexões
Reflexos
Rosa Azul
-s- 
Sandra
Sentir com as palavras
Sentimentos
Sentada ao Luar
Suspiros
 Sei que existes
Serpentine
Simplesmente Joana
Solitária
Stella
Serra da Adiça
Sobral da Adiça
Só verdades
-t- 
Tentações
Transgénicos Fora do Prato
Triliti Star Trinta por uma linha 
 
Textos & Textos 
Transmimentos de Pensações
Tem Ávondo
Trugia
-u-
 
U.D.P.F.
Um Voo de Seda
Um fraco por coisas fortes
Um Momento 
Um dia , uma Estrela disse
-v-
Vale das borboletas
Vida de Vidro
Ville de Lumière
Vindo do céu
Vladimir
-z- 
Zig-risos
.
OUTROS PESQUEIROS
.

a

 

A Barbearia do Senhor Luís

Abrupto

Absorto

A Cidade Surpreendente

A Funda São

A Origem das Espécies

A Ouvinte do Bikini Laranja...

A Praia

A Sexta Coluna

A Tasca

Avatares de Um Desejo

 

b

 

Berra-boi

Blasfémias

Blogame Mucho

Blogue dos Marretas

Bloguitica

 

c

 

Carapau de Corrida

Chá de Palavras

Consultório do Humor

Conversa na Travessa

 

d

 

Depois da Noite

Desesperada Esperança

Diário de Lisboa

 

e

 

E-jetamos

Epá Cum Catano

 

f

 

Farinha Amparo

Fonte das Virtudes

 

g

 

Gatas-QB

Geração Rasca

Glória Fácil...

 

h

 

Homem a Dias

Impertinências

 

j

 

João Seabra Stand-Up Comedy

 

k

 

Kontratempos

 

l

 

Lóbi

 

m

 

Manos Metralha

Margens de Erro

Mar Salgado

Meia Livraria

Memorial do Convento

Ministério do Bom Senso

Moengas

 

n

 

Nortadas

Nova Floresta

 

o

 

O Estado do Sí­tio

O Fogareiro

O Jumento

O Mundo Perfeito

O Velho da Montanha 

 

p

 

Portugal Contemporâneo

Propriedade Privada

 

q

 

4R - Quarta República

Quase em Português

 

r

 

Rabo de Saia

Retalhos de Edith

Rua da Judiaria

Rumo a Bombordo

 

s

 

Sabor a Sal

Sempre a Produzir

 

t

 

Tomar Partido 2

31 da Armada

 

u

 

Um Piropo por Dia...

Uns e Outros

 

v

 

Vida de Casado

 

z

 

 Zeca Diabo

badge

E porque não parar um pouco para rir , se faz tão bem à alma ...

-Já pescaram qualquer coisa
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008

Há bint'anoj com a minha Elbira .

                                   

                  O  Warning

 

 

      Ai xenhorej ijto huoje bai xer um dia de arromba , xou ieu que bos digo , xim xenhor  .

Faj huoje bint'anoj q'a juntei os trapinhoj a maij a minha Elbira , bint'anoj é berdade . Uolhem ijto foi axim : A coija tebe de xer à prexa , inda taba ieu na tropa em Xanta Margarida , a gente dejcuidou-xe num fim de xemana q'ieu taba de folga , xabem como é , fomos dar um paxeio pelos campos e quando demos conta tabamos no xanfoneio num palheiro . Adespoij paxados uns tempos iela comexou com máj dispojixões , enjooj e coijaj axim . Ieu bi logo o qu'iera . Uolha toma quijeste palheiro , agora põe-te fino que bem aì xervixo  , dixe ieu cá no penxamento para o meu penduricalho .

Poij é bint'anos e maij xinco idaj ó palheiro , foi o que deu .

Bem iela huoje foi-me fajer iuma xurpreja , foi à freguejia , à cabeleireira fajer um penteado , uma mixe ou lá o qu'ié ixo  , qu'ela inda tem uma cabeleira de fajer imbeja às moçoilaj nobas , depois ié que bai xere , cá para mim inda ó palheiro oitra bej  carago .

Põe-te fino penduricalho que bem aí xerbixo .

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por : Charroco  

sinto-me:
Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

Elviro e Ermelindo em : Quem ouve melhor sou eu .

 

- Epá , eu aqui no alto da serra , inté oiço o Mondego a correr lá em baixo na Covilhã .

- Isso é alguma coisa ! Eu oiço os bombeiros de Vila Velha de Rodão a apitar o meio dia , isto é que é ouvir !

- Inté parece , eu oiço melhor , oiço os carros a roncar na subida do Fratel .

- Olha , eu oiço a água a sair na comporta da barragem de Castelo do Bode .

- Eu oiço os comboios a apitar no Entroncamento .

- E eu oiço o trânsito nas portagens de Alverca .

- E eu oiço os gajos a chamarem nomes uns aos outros na Segunda Circular .

- E eu oiço as pessoas a sair dos cacilheiros no Cais do Sodré .

- E eu oiço um gajo no parlamento a dizer que o país vai de vento em popa .

- Mentiroso !

- Mentiroso !??

- Sim mentiroso !

- Mentiroso eu !? Se tu ouves os cacilheiros , porque é que eu não oiço o gajo!

- Não és tu que és mentiroso , é o gajo !! O país cada vez se está afundar mais !

- Mentiroso .

- Mentiroso .

- MENTIROSO .

 

 

 

 

Publicado por : Charroco

 

Pescado às @s às 16:46
| Escamar (comentar) | Adicionar aos favoritos
|
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Cheias ..

 

Hoje cá a minha aldeia está assim ...

 

 

 

 

 

 

Publicado por : Charroco

 

Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Os vizinhos e a surpresa no Meco ... ( Eheheheheh)

 

- ... Tenha calma bejinho Adérito , já tamoj cuaje a chegar ! Bexe mejmo q'o bejinho nunca beio a uma coja dejtaj ! Ielas num dejcobrem !

- Ó compadri Leonel , aqui o compadri Adérito nunca foi homem de grandis saídas , a patroa deli nã dêxava , ê cá nem sei por cargas d'água ela hoji o dexou sairi !

- Eh lá , também num é bem axim . Ieu ié que num daba cajo a estas cojas  . Porque xe tibexe de xair num era a minha Faustina que me impedia , ieu ié que nunca fui de xair .

- Olhem já tamos quase a chegari , já consigo vêri lá além na placa a dizeri Meco .

 

Alguns minutos depois .

 

- É bejinho Adérito , aqui há cada intermeada que num há fogareiro que chegue  ! Eh pá aquela ali ao longe parexe a minha Faustina . Eta carago ,xeu num a tibexe deixado em caja dijia q'era iela !

- Êtlá aí compadris , olhem que sã elas , a que tá ó lado da mulheri aqui do compadri Adérito , éi a minha Gertrudis , é rapaz fomos bem-i inganados cacêti .

- Iiiuuuuuuiiuuuu, giraxos , iiuuuuuuiiuuuu, num tenham bergonha , xe quijerem podem fajer-nos companhia , Oj noxos homens num ejtão  cá , foram à tourada a Bila Franca de Xira , Iiiuuuuuuiiuuuu , benham ...

 

 

 

 

 

 Publicado por : Charroco

 

sinto-me:
Tags ( Iscos ): , ,
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

Há coisas que nunca morrem !

 

Quem é que disse isso ?

Algum espertalhão convencido !

Huuummm !

Será !?

Talvez sim !

Talvez não ...

Eis a questão .

É o busilis ...

 

Bem , enquanto isso , o melhor é estar vivo . Pelo menos sempre se vai depenicando .

 

 

 

 

 

Publica por : Charroco

 

 

Tags ( Iscos ): , ,
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

O Chico Zéi esqueceu-se da ferramenta .

 

      O mê Chico Zéi anda muito esquecido , aquela cabeçinha pareci q'anda cheia de semeas em dia de chuvada , anda tudo espapaçado , ê cá inté já pensei em levá-lo à do  doutori Apolinário , q'éi o médco cá na aldeia , a modos a veri se lhe receita qualquer coisa p'rá cabeça . Eli nã anda nada bem-i , olhem-i , pra vecemeçeis verem como ela anda , ê vou-lhis contári umas partis dêli :

     Quando foi a Fêra de Castro , foi lá p'ra vendêri umas ovelhas e umas cabras q'agenti cá tinha , atão nã ei q'o magano esqecê-si do caminho de volta e andou quinze dias p'ra voltari cá p'ra casa !

      D'outra vez , ía levar uma carrada de lenha lá p'rás bandas de Vila Boim , só deu conta que táva enganado no caminho quando já ía a chegar às Ermidas  ! ( Ãnhi homem , tens de mudar de boina q'essa faz-ti criari bulôri na miolos, pensi cá eu ) .

      Agora um dia destis ía eli charruari , q'agora já tá na altura de tratari das terras p'rás searas , esquecê-si de levari aquela ferramenta que se põem na ponta da charrua p'ra lavrari . Ê cá inda pensi d'a lá iri levari , mas aquela pôrra éi tã pesada , q'a aqui as cruzis e a óstoprosi começaram logo a ganiri . ( Olha se queris o trabalho fêto ,  tens da viri cá buscari , pensi cá eu ) . 

Já nã sei o que lh'ei-de   fazêri e , já ando ralada com eli !!

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por : Charroco

 

sinto-me:
Tags ( Iscos ): , ,
Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

O compadri Florentino e a encomenda perdida .

 

- Tou ... Tá lá ... ?

- Tou sim ...

- Tá lá ?

- Tou tou ...

- Áh , éi do standi Cameirinha de Beja ?

- Éi sim , faça o favori de dizêri .

- Ê cá queria falari com o senhor Cameirinha .

- Faça favori de dizeri , fala o próprio !

- Olhe lá cá daqui fala o Florentino d'Albornoa .

- Áh sim , diga !

- Atão o qu'éi que foi fêto da encomenda qu'ê cá lhe fiz a semana passada ?

- A encomenda foi enviada no próprio dia , homem-i !!

- Foi enviada no próprio dia ? Olhe lá , ainda nã chigou cá nada !

- Nã pode seri , ê cá quando acabi de falari com vocemeçei ó telefóni , enviei-a logo de seguida !

- Nã pode seri , ainda nã chigou cá nada !

- Olhi , éi tã verdadi qu'ê cá tenho o reporti da mánica , cá aqui à minha frenti !

- Tem-i o reporti da mánica à sua frenti !!? Atão vocemeçei enviou isso pelo qu'êi ??

- Olhi , foi por faxi , a modos para seri mais depressa .

- Ó homem-i , já vi o qu'ei q'aconteceu . A encomenda era pesada pôrra , os fios de cobri , cá daqui desta banda já sã velhos , devem de ter rebentado pr'ái ó galgar d'alguma ladêra , caçêti ...

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por : Charroco

 

Sábado, 9 de Fevereiro de 2008

Nostalgias Sazonais ...

 

 

     E porque não apreciar um pouco do prazer primaveril , que no dia de hoje  a natureza nos oferece como mote ...

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por : Charroco

 

Tags ( Iscos ): , , ,
Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008

O beneficio da traição ... ( by Charroco )

 

- ... epá , as coisa são como são e por vezes acontecem coisas do caraças , que um gajo não tá à espera pá . Tens de ter calma , ignorar a cena ,  ver o lado positivo da coisa e partir para outra , epá a vida não acabou

- Pois , tu tens razão , epá mas é que eu gostava mesmo dela pá , porque é que ela me fez isto pá ?!

- Sabes como é às cenas maradas o pagode diz que é o destino . O que é facto é que aconteceu e não há nada a fazer ...

Ó Ramalho trás aí mais duas imperiais  e mais um pires de tremoços , que aqui o meu amigo Ventura tá a entrar em depressão .

- Epá eu gostava mesmo dela pá , mas mesmo mesmo pá ...

- Olha eu sempre ouvi dizer que um gajo quanto melhor  trata delas pior é , e quando um gajo menos espera , trás pás , já está , já não há nada a fazer , estou-te a dizer elas é que mandam .

Ó Ramalho trás mais duas imperiais , que o Ventura já tá seco .

- E agora o que é que eu vou fazer da minha vida pá , mesmo depois de ter apanhado a flagra querem que eu fique a viver lá em casa , diz lá se isto não é azar dizem que gostam muito de mim e que querem ficar comigo , já viste o meu azar , só podem estar a gozar comigo ...

- Ããããhhhhnnnn ganda cena ...

- Pois , e depois o que é que eu vou dizer ao pessoal lá do escritório ???

 

 

 

 

 

 

Publicado por : Charroco

 

 

Tags ( Iscos ): , ,
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

O Anixeto e a tulha a rebentar ... ( Abaixo os Fast Foods )

 

   Maj io qu'é qu'eu tenho huoje ?? Ai xenhores , que dores de barriga tão grandes . Raios partam isto , ieu já num tába muito bem e agora depois de comer fiquei pior , num me xinto nada bem .

Aaaaaaaiiiiii , é carago inté parexe que bou rebentar , tenho a tulha que parexe uma betoneira das oibras cheia de cascalho às cambalhotas . Tenho de afrouxar o xinto xenão ... Aaaaaaaiiiiii . Ó xenhores tenho de ir à caja de banho , já num aguento maij ... Aaaaaaaiiiiii , agora é que é que dor tão grande , vou rebentar , ai qu'eu num chego á caja de banho . ai noxa xenhora me acuda qu'eu bou arrebentar . Já num chego lá que aflixão .

Xaiam da frente ... desbiem-xe ... xaiam da frente que leba fogo . Ai agora num conxigo desjabutuar aj calxas ... Ufa até qu'enfim  .

Aaaaaaaaaaaaaahhhhhhhh , q'alivio aaaaaaaaahhhhhhhhhh ... eita pá que xabe tum bem uuuuuuummmmmmhhhhhaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhh q'até xinto a tripa a encolheeeeerrrr . Uuuuummmmmmhhhhh .

Tinha jurado que nunca maij ía ao Méck Dolnad , acontexe-me sempre isto , mas desta bez é a xério xafa-te inté parexia q'a conduta tába a rebentar carago ...

 

 

 

 

 

 

Vejam o que pode acontecer à população portuguêsa caso os 50% dos restaurantes nacionais encerrarem ( tal como foi alvitrado aí por um cromagnon , que até fuma charuto ) .

É sabido que nem só o tabaco causa insuficiência cardiovascular , a obesidade também .

Os Fast Foods , apadrinhados pelos monopólios dos hipermercados e centros comerciais promovem a doença e , passam impunes a todos estes critérios pelos os quais a restauração tradicional padece .

 

Publicado por : Charroco

Este blog tem :

.
Varnostno Preizkuzena
Sicherheitsgeprüft
Sécurité Assurée
Safety Tasted
Segurança Testada
.
.

Porque ainda há

Velhos do Restelo

.
.
.
.

Video riso da semana.

Apanhados à mão.

Berinquê ? Vai lá vai ...

.
.

Pescar neste blog

 

Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30

Tags ( Iscos )

todas as tags

.TopOfBlogsBRDTracker
blogaqui?Divulgue seu blog!
Pesco no Blog.com.pt Blogalaxia
blogs SAPO

subscrever feeds